Naming: o que é, qual a sua importância e os principais tipos.

O que é naming?

Há cada vez mais empresas no mercado. E todas elas precisam de um nome, não é mesmo? Criar nomes para empresas, cada vez se torna mais difícil, pela necessidade de registro no INPI e a compra de domínio na internet.

Outro desafio é encontrar um nome que represente tudo o que a marca precisa para se diferenciar no mercado, respeitar suas estratégias de marketing e representar todos os atributos ela deseja transmitir ao seu público.

A tradução do termo “naming” significa literalmente nomear. Na comunicação, naming representa uma série de técnicas e estratégias de criação, para buscar e selecionar o nome mais adequado para empresas, produtos, serviços, eventos etc.

O nome da marca é um dos mais importantes pontos de contato com o consumidor. Quase todos os pontos de contato trazem o nome, como por exemplo: embalagens, campanhas, boca a boca, textos e matérias, telemarketing, brindes, uniformes, patrocínios, entre outros.

Além de ser seu bem mais durável. O logotipo envelhece, a atividade da empresa muda, a publicidade pode ser esquecida, mas o nome sempre permanece o mesmo.

Qual é a importância do naming?

O naming é um dos processos mais importantes do branding. É quando se cria a identidade verbal, a propriedade semântica que individualiza sua marca. No momento em que você cria um naming, você não leva em consideração gostos pessoais, existe um trabalho exaustivo de pesquisas, um mergulho estratégico em todo os negócios do cliente, na história e no que ele pretende para o futuro.

Após essa imersão nas necessidades da marca, são usadas diversas técnicas para encontrar a opção mais impactante e adequada. Existem nomes tão fortes e que também, devido ao investimento em comunicação, se tornaram sinônimos de um produto. Entre eles, destacamos: Danone, Gillette, Bombril, Modess, todas marcas que viraram referências de categoria.

Além da identificação entre marca e produto, o naming deve expressar os valores e objetivos de sua empresa. O nome da sua marca é a primeira mensagem que você passa para o mundo.

Durante o processo de naming de uma marca, há uma série de passos que precisam ser analisados: originalidade, pesquisas, estudos conceituais, aplicabilidade, sonoridade, análise de percepção do público, facilidade de compreensão, registros jurídicos e outros. Também é super importante perceber quais associações um nome pode criar na mente do consumidor e quais as possibilidades positivas e negativas de repercussão. 

Quais os principais tipos de naming?

Existem diferentes tipos de nomes e cada um carrega consigo uma série de vantagens e desvantagens. Conheça cada um deles:

Patronímico

Os nomes patronímicos têm sua origem em nomes de pessoas e sobrenomes. A vantagem deste tipo de nome é que é mais fácil conseguir o registro e é fácil de lembrar. Nosso cérebro é treinado para lembrar nomes de pessoas. A desvantagem é que ele perde em significado e vai sempre carregar essa forte ligação com a pessoa em questão. Exemplos de nomes patronímicos: Golgate, Braun, Chanel, Lacoste.

Toponímicos

Os nomes toponímicos são criados a partir de nomes de cidades. A facilidade ou dificuldade de registro vai depender da fama deste local. Este tipo de nome também irá carregar junto com ele a imagem do local. Muitos jornais utilizam este recurso para a criação dos seus nomes, por exemplo: Folha de São Paulo, New York Post. Veja mais alguns famosos nomes toponímicos: Arezzo, Amazon, Nokia.

Descritivos

O nome descritivo é aquele que indica o que é a empresa ou o que ela faz. Assim, imediatamente, as pessoas fazem a associação imediata. Por exemplo, Banco do Brasil, o nome já diz qual o serviço que ele presta. Uma das dificuldades deste tipo de nome é o registro e uma das vantagens é que passa de forma rápida o significado e a mensagem que deseja. Outros exemplos de nomes descritivos: Companhia das Letras, The Body Shop, Burguer King.

Simbólicos

Os nomes simbólicos trazem consigo uma metáfora, uma associação com aquilo que eles representam. Carregam consigo uma forte carga emocional. A vantagem é que eles são fortes em memorabilidade e pregnância. A dificuldade, é que provavelmente vão precisar de mais investimento em mídia para que as pessoas entendam o negócio. Os principais exemplos são: Nike, Jaguar, Neve, Cometa, Dove.

Nomes encontrados – arbitrários

São nomes criados com palavras já existentes, mas recontextualizadas. Normalmente têm boa memorabilidade, pois são palavras simples e usuais, mas já se tornam nomes mais difíceis para registrar. Os principais exemplos são: Apple, Claro, Vivo, Veja, entre outros.

Artificiais

São palavras inventadas sem significado. A vantagem é que esses nomes são únicos, originais e acabam ganhando força na mente das pessoas. São mais fáceis de registrar, fáceis de obter domínio, mas ao mesmo tempo não carregam um significado emocional consigo. Veja alguns exemplos: Häagen Dazs, Lancôme, Rolex, Kodak.

Siglas

As siglas são criadas com as iniciais das palavras que a compõem, abreviações. É um tipo de nome muito usual e normalmente não há tanta dificuldade em registrar, mas perde-se em originalidade. Alguns exemplos: SBT (Sistema Brasileiro de Televisão), 3M (Minesota, Mineração e Manufatura), LG (Life’s Good), IBM (Internacional Business Machines).

Acrônimos

Os acrônimos são nomes feitos com a junção de iniciais que formam uma palavra, não são apenas letras unidas, como no exemplo da sigla, e pronunciadas isoladamente. No caso do acrônimo, uma nova palavra se forma. Por exemplo: OMO, TAM, Embratel, Varig, Vasp. Acabam se tornando nomes criativos, de maior memorabilidade e com mais facilidade para registro também.

Associativos

São nomes evocativos, ou seja, fazem alusão a aspectos mais lúdicos e intangíveis da marca. Nomes que sugerem o que o produto pode fazer, sem dizer exatamente o que é. São opções interessantes porque mostram sua criatividade como marca. Essa categoria sugere o que a marca é ou oferece, através de ideias correlacionadas. Veja alguns exemplos: Natura, Minuto, Activia ou Pedigree.

As informações foram úteis pra você? Precisa desenvolver um naming para sua empresa e está com dificuldade?
Quer mais informações sobre esse assunto?

Vem conversar com a gente! Te esperamos aqui para um café.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *