Branding: como funciona o início de um projeto?

O branding é a maneira como os valores de uma empresa são expressos na linguagem, no design e na promessa de uma marca. É ele que vai fazer toda a diferença entre ser apenas mais um na multidão ou criar um vínculo com o consumidor.

O processo de Branding pode estar diretamente envolvido na criação e administração de uma nova marca, como também pode servir para dar um up em uma marca já existente.

Dentro desse processo, o mais importante é se ligarr que a responsabilidade da empresa vai muito além da conquista de espaços no mercado, mas também nos corações de todos os envolvidos no processo: colaboradores, consumidores, fornecedores, imprensa, distribuidores, acionistas, entre outros.

 

O envio de um questionário completo é o ponta pé inicial.

Esse mundo maravilhoso do branding começa com o entendimento profundo da marca, como ela nasceu, quem a criou, quais as suas necessidades, sua visão do negócio, seus valores, seus propósitos.

Assim, o ideal é primeiramente enviar um questionário completo para os sócios, diretores e pessoa responsável pelo marketing. Quem vai bater o martelo nas decisões sobre a marca é quem deverá responder às perguntas.

Essas perguntas tem a ver com a história, com desejos e sonhos. Saber o porquê a marca foi criada, como ela se diferencia no mercado, quais as associações e atributos relacionadas a ela. Quais sentimentos ela desperta. Quem são os clientes, quais suas dores e aspirações.

Enfim, uma série de perguntas relativas a questões de negócio, de mercado, perguntas emocionais e sensoriais e tudo mais que puder agregar em conhecimento, para que possamos seguir adiante.

 

Segundo passo: análise das respostas e estudo de mercado.

Com os questionários respondidos em mãos, o objetivo agora é analisar as respostas e anotar toda e qualquer dúvida que possa surgir. Verificar se existe algum conflito de expectativas, divergências de posicionamento entre cada um dos envolvidos.

Após isso, fazemos um estudo de mercado, analisando a concorrência, as tendências e comportamentos do consumidor, além das questões econômicas do momento, tanto internas como externas.

É muito importante visualizar cada particularidade que pode interferir nas escolhas e nos caminhos que serão tomados. Estamos preparando o terreno para depois lançar umas sementinhas ali.

Agora, munidos de todas as informações, bora marcar uma reunião presencial?

Nada melhor do que uma boa conversa, olho no olho, para realmente conhecer as pessoas e mergulhar a fundo no seu universo pessoal. O trabalho de branding é muito semelhante ao de um psicólogo que vai em busca do que as mentes desejam e precisam, para poder desvendar o mágico mundo que existe por trás da marca.

Nesta reunião, é fundamental esclarecer as dúvidas, colocar em pauta as discordâncias encontradas e definir em conjunto os caminhos seguintes. É também o momento ideal para direcionar o cliente sobre o andamento de todo o trabalho e de que forma será apresentada cada uma das etapas.

E pode ter certeza que vai aparecer aqui e ali alguma curiosidade, algum detalhe que não foi escrito, mas que fará toda a diferença na hora de definir o DNA da marca ou o propósito dela. Enfim, nesse papo mais descontraído, conseguimos extrair os mais importantes direcionamentos que definirão a sequência do branding.

Esses são os primeiros passos, em breve publicaremos aqui a sequência deste trabalho que é super complexo e exige muito estudo e paciência, tanto dos profissionais que irão realizar, como também dos clientes.

Fiquem de olho, logo logo tem mais sobre branding por aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *